As meninas podem e devem ter os mesmos incentivos para se desenvolver nas áreas das ciências, exatas e tecnologias e sua escola pode contribuir, e muito, nesse processo.


Por isso convidamos as cientistas brasileiras mais reconhecidas para compartilhar suas experiências e contar como podemos envolver mais as meninas nestas áreas.

VAGAS LIMITADAS! Garanta a sua e inspire milhares de meninas.

Astrofísica extragaláctica,

professora e escritora

Vice-reitora de Estratégias Globais e professora titular de física da Universidade Católica de Washington DC. Colabora com a NASA Goddard Space Flight Center há 18 anos. Mestre pelo Instituto de Pesquisas Espaciais e pela Universidade do Alabama, doutora pela Universidade de São Paulo, descobriu em 1997 uma estrela que explodiu, a supernova 1997D no Chile e foi trabalhar com o telescópio espacial Hubble nos EUA.

 Pesquisadora e professora

Professora titular de física da UFRGS, membro titular da Academia Brasileira de Ciências e da Academia Mundial de Ciências, ela foi considerada em 2020 pela ONU Mulheres uma das mulheres que mudou o mundo com a ciência e eleita pela Revista Forbes uma das 20 mulheres mais poderosas do Brasil. Também foi vencedora do prêmio Loreal-Unesco de Mulheres nas Ciências Físicas e do prêmio Claudia em Ciência.

Ph.D. em física, pesquisadora em astrofísica, bolsista da Nasa.

Descobriu seu gosto por física na adolescência, representando o Brasil e sendo premiada no Torneio Internacional de Jovens Físicos. Ela se formou em física em Yale University e em seguida trabalhou por um ano no laboratório que ganhou o prêmio Nobel em 2017 no MIT. Hoje, faz doutorado em física na Columbia University estudando instrumentação astronômica sob uma bolsa da NASA. Desde a faculdade, Bárbara também trabalha com grupos que apoiam mulheres e minorias nas ciências.

Fale conosco pelo telefone: 0800 644 7193 Ou pelo Whatsapp

© Positivo Tecnologia S.A. Todos os direitos reservados. Fotos meramente ilustrativas.